Menu

Não dê um tiro no pé com a sua próxima contratação sénior

Não dê um tiro no pé com a sua próxima contratação sénior



Written by EO Executives on Jul 31, 2018

 

 

Que risco corre quando contrata um sénior? Talvez pouco, talvez muito... talvez não pense no risco?

Eu vejo em primeira mão o impacto de uma grande contratação numa empresa, e ouço histórias do efeito energizante de uma contratação que não funciona.

Com tanta coisa em jogo, chegou o momento de fazer tudo o que estiver ao seu alcance para retirar o máximo risco possível à sua próxima contratação. O seu sucesso será em grande parte baseado na sua capacidade de contratar e mobilizar talentos seniores superiores melhor do que a concorrência.

Porquê?

Porque as pessoas são a força motriz por detrás de qualquer grande líder de negócios e gestão e os seus concorrentes vão querer o mesmo talento que você.

A Contratação sénior é tradicionalmente um negócio arriscado e muito caro. Já vi muitos líderes aprenderem isso da maneira mais difícil, tendo passado mais de uma década no Recrutamento de Executivos. Acontece que a Contratação Sénior é ainda mais cara do que os números básicos inicialmente sugerem. São estes custos escondidos que realmente se acumulam.

Coisas como:

  • Custos de formação
  • Tempo perdido no trabalho
  • Tempo de equipa perdido durante a contratação e a indução
  • Custos de marketing - PR, cartões de visita, atualizações da página web, etc.
  • Tecnologia
  • Custos de oportunidade com clientes
  • Danos às relações internas e externas
  • A maioria dos estudos sugere que o custo real de uma contratação sénior que não funciona é mais do que três vezes o salário anual - assustador.

Então, quais são as estratégias que pode empregar para retirar o arriscar ao processo de contratação e garantir que tudo corre pelo melhor e não pelo pior?

As minhas 5 melhores dicas estão abaixo:

Dica 1 - Não tente apenas encontrar uma cópia do antecessor

Muitas vezes, os processos de contratação tendem a encontrar alguém exatamente igual ao titular ou predecessor em termos demográficos ou de histórico. Isso geralmente é contraproducente, já que está a comparar alguém que trabalhou na empresa com alguém desconhecido. Em vez disso, combine alguém com as necessidades futuras da equipa, independentemente do seu passado.

Dica 2 - Contrate com base nos comportamentos e não na experiência

As empresas tendem a contratar aptidões e comportamentos - a experiência anterior já não é a melhor previsão de sucesso futuro. Obter a adequação cultural e comportamental correta deve ser a prioridade número um do processo de recrutamento desde o início, o que significa mais do que um teste psicotécnico simbólico no final quando a decisão já foi tomada!

Dica 3 - Não pague demais pelo candidato “acertado”

Tal como a maioria dos líderes, sucumbi a isto várias vezes. É tão tentador tentar sair de um problema comprando alguém com um desempenho comprovado à concorrência. O problema é (e os conquistadores mais humildes vão concordar com isto) que o sucesso anterior é uma combinação de muito trabalho, sucesso, circunstância e um pouco de sorte. Testemunhei muitos indivíduos chegarem com uma enorme reputação (e pacote pago) e no entanto, por algum motivo, não serem bem sucedidos.

O estrelato anterior é certamente um grande ponto a favor, mas mesmo o mais alto desempenho nunca vem com uma garantia de 100%.

Dica 4 - Envolva os principais interessados na entrevista e na decisão

Se houver partes interessadas, fornecedores ou clientes internos imensamente importantes que serão materialmente afetados pela contratação que está prestes a fazer, é loucura não os incluir no processo de avaliação. Defina a sua nova contratação para o sucesso, ganhando-lhes o patrocínio político e endosso que eles precisam antes de começar.

Dica 5 – Obter o direito de integração

39% dos executivos consideraram sair nos primeiros três meses - isto mostra-nos que a integração ainda é uma área de importância que nem sempre é executada adequadamente. A maioria dos novos contratados decide muito cedo se é provável que permaneçam, portanto certifique-se de causar uma excelente primeira impressão.

E depois?

Embora estas cinco dicas sejam simples, não é fácil fazê-las bem. Se ainda não viu, dê uma vista de olhos no nosso slideshare “Talent Gamble”, onde levantamos a ponta do véu sobre o que percebemos como os principais obstáculos a cercar-se de pessoas incríveis e ensiná-lo a ultrapassar esses obstáculos.